Polêmica: aborto

Não vou dar minha opinião pessoal, mas deixo o link pra Marie Claire!

“O episódio inflamou a discussão sobre a legalização do aborto na internet. De um lado, críticos dizem que a ONG incita mulheres a violar a lei – muitos também acreditam que o aborto não deve ser feito em nenhuma circunstância. Do outro, ativistas e personalidades como a atriz Maggie Gyllenhaal defendem a liberdade das mulheres para manter ou interromper uma gravidez indesejada – e não ter opção apenas quando há risco de vida para a mãe ou de violência sexual, como dita a lei brasileira, por exemplo.

Por aqui, o aborto é uma realidade clandestina que aparece cada vez mais nos números oficiais. Segundo o Ministério da Saúde, uma em cada sete brasileiras já fez aborto. A operação, feita em clínicas sem controle, mata uma mulher a cada dois dias.  As complicações e os procedimentos inacabados levam tantas mulheres aos hospitais que a curetagem pós-aborto é a cirurgia número um do SUS, o sistema público de saúde. Ou seja, as brasileiras, mesmo com a proibição, interrompem gestações indesejadas em clínicas, umas bem, outras mal equipadas, ou em casa mesmo. E o Estado paga a conta.”

Esta entrada foi publicada em notícia com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s