Refluxo

Este texto foi postado pela mamífera Raquel Honig (do Grupo MAMA, link ao lado) na lista Matrice, mas acho que foi retirado de uma comunidade do Orkut sobre refluxo. Graças a Deus minha bebê não sofreu de refluxo, mas muitos bebês de amigas sofreram, e esse texto ajudou muito. Se alguém sober a autoria me avisa, tá?

“O refluxo é NORMAL em bebês bem pequenos e não precisa ser tratado com remédios ou exames invasivos, a não ser que o bebê não esteja ganhando peso adequadamente, ou esteja muito incomodado pelo refluxo.
“A regurgitação tem um “pico” aos quatro meses de idade e a maioria dos bebês deixa de regurgitar com um ano de idade. “Para saber se o seu bebê está particularmente incomodado e se esse incômodo é causado pelo refluxo, é útil manter um diário (só por alguns dias), anotando às vezes em que o bebê chora, quanto tempo dura o choro, quais os horários dos choros e das mamadas.
“É normal um bebê chorar, em média e de forma intermitente, duas horas por dia. Se o bebê ganha peso bem, não está incomodado, apenas vomita, ele é chamado um “golfador feliz”, caso em que não são recomendados exames nem remédios.”

“Sintomas de refluxo:
– Vômitos (esse é o principal, mas não o único);
– o bebê se arqueia para trás depois de mamar;
– mama apenas poucos minutos e começa a chorar;
– quer mamar no peito o tempo todo, porque o LM alivia a azia causada pelo refluxo;
– se recusa a comer, ou diz que está com muita fome, daí come só uma colher de comida e pára;
– soluços;
– tosse persistente, problemas respiratórios persistentes;

“O refluxo pode ser oculto, ou seja, a criança não vomita, mas o alimento volta até parte do esôfago, causando azia, dores, falta de apetite. Pode acontecer de parte do líquido ser aspirada, o que causa pneumonias, otites, problemas respiratórios recorrentes.
“Sono perturbado, com engasgos e a criança se contorcendo, é um traço comum a muitas crianças com refluxo. Esses sintomas podem aparecer em conjunto ou isoladamente. Apenas o sono ruim, por exemplo, já pode ser um indício de que o refluxo (já diagnosticado) está voltando.”

* refluxo x hiperlactação
Muitas vezes mulheres que amamentam podem apresentar hiperlactação. Isso, a princípio pode não ser um problema. No entanto, o bebê pode ficar incomodado com a abundância de leite e o reflexo de ejeção forte e ter seus sintomas confundidos com refluxo.
Geralmente, a produção de leite de mães com hiperlactação tende a se normalizar por volta dos 3 meses.
Como identificar a hiperlactação:
– Além de o bebê algumas vezes apresentar sintomas bem parecidos com refluxo, conforme listados acima, a mãe apresenta vazamento dos seios entre as mamadas, o outro seio vasa enquanto o bebê está sendo
amamentado, os seios ficam cheios e doloridos e ás vezes, mesmo após a mamada, não sente alivio. Pode ter mastite com freqüência.
Como melhorar o problema:
– Amamentar um único seio por mamada.
– dar o mesmo seio 2x ou mesmo 3x seguidas (principalmente se o bebê mama com intervalos curtos), de forma que o outro não seja hiper estimulado e após revezar.
– se o outro seio ficar muito cheio, evitar ordenha com bomba, dando preferência à ordenha manual.
– Fazer compressas frias.
– Evitar o uso de conchas coletoras, pois a pressão sobre os mamílos é um estimulo constante.
– Se posicione de maneira mais recostada com o bebe por cima.
Nesta posiçao o leite tem que subir para sair o que reduzira a força do fluxo.
– Se o bebe cuspir ou engasgar tire-o do peito deixe o excesso de leite cair em uma toalha e recoloque-o no mesmo peito depois que o fluxo diminuir.

*refluxo e leite de vaca:
Uma parte significativa dos casos de refluxo em bebês tem como causa a alergia à proteína do leite de vaca. Se o caso for de alergia, o tratamento padrão para refluxo não funciona.
Por isso, a Sociedade Americana de Gastroenterologia Pediátrica e Nutrição (NASPGHAN) recomenda que nos casos de refluxo se faça um teste, por duas semanas, de retirada da proteína do leite da dieta.
Se o bebê melhorar do refluxo nesse período, possivelmente o refluxo é causado por sensibilidade ao leite de vaca. Reintroduza o leite em seguida, para verificar se realmente há uma relação entre o consumo de leite e o refluxo.
Se você observar que o refluxo é provocado ou piorado pelo consumo de leite de vaca, converse com o seu pediatra para avaliar o diagnóstico e o tratamento. O período total de desintoxicação do leite é de quatro a oito semanas.
Saiba que exames de alergia em bebês pequenos não são precisos.
Além disso, existe um tipo de alergia em que os efeitos só são sentidos bem depois do consumo do alimento e que não é detectável por exames.
A forma mais confiável de se diagnosticar alergia/sensibilidade é a observação das reações da criança ao consumo do alimento.

Se você amamenta exclusivamente, observe se o bebê melhora com a restrição da proteína do leite da sua dieta. A proteína do leite de vaca passa para o leite materno. É preciso cortar leite e derivados da alimentação da mãe.
“É muito importante restringir completamente a ingestão de proteína do leite de vaca, o que inclui iogurtes, pão de queijo e qualquer coisa que contenha leite em pó, soro de leite ou caseína em sua composição. Evitar derivados e qualquer produto com derivados.
Ler rótulos de tudo.
O teste de exclusão do leite não funciona sem a retirada total. Sintomas adicionais (além do refluxo) de alergia a leite de vaca incluem: diarréia com ou sem sangue, prisão de ventre crônica, dermatite atópica, urticária e, mais raramente, bronquite e asma.
Pode-se estudar a possibilidade de alergia a outros alimentos.
A alergia a que nos referimos aqui é à proteína do leite, comum em bebês pequenos, que é completamente diferente da intolerância a lactose, que é raríssima em bebês menores de um ano.”

Esta entrada foi publicada em refluxo com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s